Foto de Pedro Lopes VR | Facebook

Trabalhos de requalificação da Avenida Carvalho Araújo, em Vila Real, têm início já na próxima semana. A obra, inserida no Programa Estratégico do Desenvolvimento Urbano de Vila Real – PEDU, tem sido alvo de contestação de vários quadrantes.

Segundo comunicado do Município de Vila Real, a intervenção na Avenida Carvalho Araújo e ruas envolventes terá início dia 6 de janeiro. Desde a apresentação inicial que o projeto tem suscitado as mais inflamadas reações, tanto a favor como contra. Apesar das reações, o executivo decidiu manter o projeto inicial, tendo aprovado a abertura de procedimento para a empreitada de Reabilitação do Espaço Público da Avenida Carvalho Araújo e envolvente na reunião do executivo municipal de 20 de maio de 2019.

Na esperança de que possa ainda haver uma revisão ao projeto, o Núcleo Regional da QUERCUS de Vila Real vai entregar a petição que defende que “De forma a que se possam cumprir os objetivos do PEDU para a Av. Carvalho Araújo, deveriam manter-se as árvores e canteiros existentes, que formam um corredor ecológico contínuo e que contribuem para o sequestro de carbono, para uma boa qualidade ambiental e aumento da biodiversidade e para a infiltração das águas pluviais.”

Segundo Isabel Branco, do núcleo da QUERCUS de Vila Real, apesar de saber que será difícil reverter o processo, vão enviar a petição para que o executivo camarário fique a conhecer a opinião das mais de oitocentas pessoas que subscreveram a petição, “e se houver alguma possibilidade de voltar atrás e rever o projeto, ficariam muito satisfeitos”.

Ainda de acordo com o comunicado da autarquia, “Nesta fase da obra, o troço descendente da avenida Carvalho Araújo, compreendido entre os Correios e a Sé, bem como os troços iniciais da rua Irmã Virtudes e da rua da Misericórdia serão encerrados ao trânsito, condicionando a circulação automóvel naqueles troços de via.”

(Escrito por MFS)

Deixe o seu comentário

Skip to content