Foto por tak.wing | Flickr

A Infra-estruturas de Portugal (IP) abriu o concurso público para a reabilitação de 12,5 quilómetros da linha do Douro, entre as estações do Pinhão e do Tua. O concurso público foi publicado na passada sexta-feira em Diário da República (DR) com o preço base de 4,9 milhões de euros e prazo de execução da intervenção de 300 dias.

Segundo o Público, a IP diz que a empreitada se trata de uma “acção de requalificação da infra-estrutura de via, desenvolvida no âmbito do plano de manutenção” da empresa, que visa “promover a melhoria dos níveis de segurança, qualidade e disponibilidade da infra-estrutura ferroviária e, consequentemente, os níveis de comodidade e serviço para os passageiros”.

A obra prevê a “substituição integral das travessas de madeira por travessas de betão bibloco, a substituição de carril e transformação de barra curta em barra longa soldada”, consistindo numa “actuação preventiva” que “assegura uma forte melhoria das condições de segurança, disponibilidade e fiabilidade da infra-estrutura ferroviária”.

A intervenção entre o quilómetro 127,059 na estação do Pinhão, concelho de Alijó, distrito de Vila Real, e o quilómetro 139,500 na estação do Tua, concelho de Carrazeda da Ansiães, distrito de Bragança, correspondente a um investimento de quase 5 milhões publicado em portaria no DR a 7 de maio.

Deixe o seu comentário

Skip to content