Foto de José Antonio Gil Martínez | Flickr

A atual crise pandémica está a afetar a sociedade de um modo geral e o ensino não é exceção. O Instituto Politécnico de Bragança prevê uma redução do número de alunos nacionais e internacionais no próximo ano letivo. Segundo Orlando Rodrigues, Presidente do IPB, é difícil avançar com números neste momento. O IPB acolhe neste momento cerca de 9000 estudantes, tendo alunos de mais de 70 nacionalidades.

A par com as outras instituições de Ensino Superior, o Instituto Politécnico de Bragança também suspendeu as atividades letivas presenciais. No entanto, esta instituição, mesmo encerrada, prepara já o próximo ano letivo. Segundo declarações à rádio brigantia do presidente do politécnico, Orlando Rodrigues, haverá um retomar das aulas presenciais no início do próximo ano letivo, com especiais cuidados de segurança e proteção. Afirma ainda que poderá haver uma redução do número de estudantes nacionais e estrangeiros.

 O presidente do Politécnico refere que se irão tentar encontrar outros caminhos para atrair estudantes internacionais, reiterando que “Seguramente que vamos ter menos alunos. Todos os indicadores mostram que enfrentaremos uma crise social e económica e isso reflecte-se na nossa actividade”.

Refere ainda que pretende que o instituto politécnico continue a ser um “centro de referência na aprendizagem e difusão do conhecimento”. Considera também que “Tudo leva a crer que haja uma diminuição de estudantes mas ainda é prematuro fazer previsões”,

Atualmente o IPB tem cerca de 9000 estudantes, contendo mais de 70 nacionalidades diferentes.

Escrito por JL

Deixe o seu comentário

Skip to content