Foto por GNR - Guarda Nacional Republicana | Facebook

A linha SOS do SEPNA – Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente, da GNR, recebeu em 2020 mais de 12 mil denúncias. As áreas de com maior número de contactos foram as relacionadas com animais de companhia, seguindo-se a defesa da floresta contra incêndios e os resíduos.

De acordo com o relatório a que a agência Lusa teve acesso, os meses com maior número de denúncias foram Julho (1922), Junho (1649), Agosto (1335), Setembro (1214) e Maio (1077). 

A área de atuação dos animais de companhia, com mais contactos, recebeu 2907 denúncias, à qual se seguiu a defesa da floresta contra incêndios, com 2729 denúncias e os resíduos, com 1446 denúncias.

Os dados disponibilizados este domingo a que a Lusa teve acesso revelam que nos últimos dez anos tem existido “uma crescente interacção” com esta linha do SEPNA. Em 2010 foram contabilizados 4561 contactos, número que cresceu todos os anos até aos 12185 de 2020.

A linha SOS Ambiente e Território está disponível 24 horas por dia, através do número 808 200 520. Permite que qualquer pessoa possa denunciar situações que violem a legislação ambiental, bem como obter conselhos sobre questões relacionados com a natureza, ambiente, florestas, animais de companhia, leis sanitárias e de ordenamento do território.

Além desta linha, a GNR desenvolveu, em paralelo e com o mesmo objetivo, um serviço online e através do email sepna@gnr.pt. Também por este meio, qualquer cidadão pode denunciar situações que violem a legislação ambiental.

Através do SEPNA, a GNR constitui-se como a polícia ambiental, autoridade competente para vigiar, fiscalizar, notificar e investigar infrações à legislação que visa proteger a natureza, o ambiente e o património natural.

Deixe o seu comentário

Skip to content