Foto retirada de Diário Atual - Alto Tâmega | Facebook

Foi inaugurada no passado dia 7 de março uma exposição de Nadir Afonso no MACNA (Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso) em Chaves, que irá estar aberta ao público até dia 29 de novembro do presente ano. Esta exposição do artista irá conter 34 obras inéditas. A comemoração do centenário de Nadir Afonso contará também com conferências, livros e outras iniciativas.

Nadir Afonso nasceu a 4 de dezembro de 1920, em Chaves e faleceu no dia 11 de dezembro de 2013. Foi um arquiteto, pintor e pensador português. Diplomado em arquitetura, trabalhou com Le Corbusier e Oscar Niemeyer, e estudou pintura em Paris.

Durante o ano de 2020 serão várias as atividades de comemoração do centenário do artista Nadir Afonso. Haverá exposições com obras inéditas do pintor, lançamento de livros, ciclos de conferências e a apresentação de um selo. Segundo a viúva do artista plástico e presidente da Fundação Nadir Afonso, Laura Afonso “Grande parte da obra de Nadir está inédita e, em cada exposição, haverá sempre um núcleo inédito”.

A exposição elencada foi inaugurada no passado sábado e estará no Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso (MACNA), em Chaves. “Esta proposta pretende apresentar uma perspetiva diferente da obra nadiriana, onde se conjuga a relação entre a geometria e a figuração”, refere em comunicado a unidade museológica.

Escrito por JL

Deixe o seu comentário

Skip to content