Para além dos ruídos já habituais e constantes do funcionamento da Central de Biomassa do Fundão, ontem, dia 3 de janeiro, a população acordou com um forte estrondo que provocou vibrações e chegou às freguesias vizinhas.

Os testemunhos que chegaram ao Interior do Avesso, atribuem o sucedido, descrito como um “amanhecer de terror”, ao rebentamento de uma caldeira de alta pressão da Central de Biomassa do Fundão, “causando a vibração de todas as moradias em redor, algumas a menos de 100 metros” e uma nuvem de vapor. O estrondo “medonho” terá mesmo chegado às freguesias vizinhas.

Central de Biomassa do Fundão

Em julho, o Interior do Avesso partilhou o vídeo do retrato do desespero de quem, no Fundão, vive paredes meias com os ruídos, cinzas e poeiras da Central de Biomassa. Esta não era uma história nova, também em fevereiro estivemos no local a falar com estas pessoas, que vivem todas as consequências de ter uma Central de Biomassa como vizinha.

Desde então nada mudou, apesar das denúncias da população, de associações, de o assunto ter chegado, várias vezes e de diversas formas, à Assembleia Municipal do Fundão e à Assembleia da República

Em novembro, a candidata à Presidência da República Marisa Matias esteve no Fundão, onde ouviu as preocupações dos moradores próximos da Central de Biomassa. A candidata também participou na colocação de uma faixa com o mote “Central de Biomassa incompatível com a população”.

Deixe o seu comentário

Skip to content