Foto por João Duarte

O Bloco de Esquerda visitou, esta quarta-feira, o Museu da Oliveira e do Azeite em Mirandela. Esta visita contou com a presença do cabeça de lista do Bloco à Assembleia da República pelo distrito de Bragança, Pedro Oliveira.

O Museu da Oliveira e do Azeite, funciona nas antigas instalações da Moagem Mirandelense. É constituído por um espaço da entrada, onde fica concentrada toda a logística, por uma réplica de um Lagar de Azeite que está exposta no pavilhão central da Antiga Moagem e um módulo dedicado à oliveira, onde tem uma projeção de vídeo que introduzirá o tema da fauna e da flora associadas à mesma.

O candidato salienta a importância que esta unidade museológica tem para Mirandela, em particular, e para toda a região de Trás-os-Montes. Preservar a memória coletiva de uma atividade do setor primário como a olivicultura é crucial, para uma região que tanto tem sofrido com as alterações climáticas. O candidato destaca a importância que a olivicultura tem para a economia local, essencialmente da Terra Quente Transmontana.

Foto por João Duarte

“Para além da quantidade, a qualidade do azeite transmontano é o que mais o evidencia e o torna um produto de exceção”. Evidencia, também, que é essencial dar condições aos agricultores, nomeadamente apoio técnico, jurídico, etc. com vista a uma agricultura sustentável. “Com as alterações climáticas a bater à porta, os agricultores começam a ser e serão os maiores prejudicados. Estes agricultores, que em pouco ou nada contribuíram para estas alterações, são os que mais as sentem”, refere.

(Escrito por JL)

Deixe o seu comentário

Skip to content