Plataforma Já Marchavas presta a sua homenagem a Giovani em Viseu

Foto de Plataforma Já Marchavas
A Plataforma Já Marchavas associou-se ao movimento nacional de solidariedade, colocando nas estátuas de Viseu mensagens de repúdio à violência que vitimou o Giovani mas também de repúdio à indiferença que todo o caso teve durante dias a fio.

Segundo o colectivo “Este caso, independentemente do que venham a apurar as investigações, pôs a nu a indiferença dos poderes públicos e da comunicação social a tal brutalidade”, concluindo “não sabemos se o facto da vítima ser racializada inferiu na brutalidade das agressões, mas sabemos que não houve igualdade de tratamento mediático”.

A importância dada pelas instituições oficiais ao caso, e tendo em conta as informações vinculadas na comunicação social, não é considerada normal para a Plataforma, “principalmente se recordarmos alguns exemplos recentes de agressão que foram amplamente noticiados”.

“Calar é ser cúmplice”, “O Racismo Existe e Mata”, “Tristes Brancos Costumes” e “Faz da noite diversão, não mates 1 irmão” são algumas das frases que se podem ler nas estátuas de Viseu.

Na cidade onde estudava, Mirandela, Giovani foi lembrado com rosas brancas

1 comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados
Skip to content