Tschubby / CC BY-SA (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/)

Macedo de Cavaleiros é um concelho pertencente ao Distrito de Bragança, região do Norte (Região das Beiras) e sub-região Terras de Trás-os-Montes. De 2010 a 2018 a população deste concelho envelheceu e decresceu de 15.923 para 14.597.

População

Em 2010 a população residente de Macedo de Cavaleiros contabilizava 15.923, em 2018 decresceu para 14.597. Numa superfície total 699,1 Km2, a densidade populacional diminuiu de 22,8 indivíduos por Km2 para 20,9

A população jovem (menos de 15 anos), também reduziu a sua expressão, de 12% para 9,3%. Também a população em idade activa (dos 15 aos 64 anos) diminuiu de 60,7% para 59,3%. A população com 65 ou mais anos aumentou dos 27,3 para os 31,4%.

Estes valores significam um Índice de envelhecimento (idosos por cada 100 jovens) em 2018 de 336, face aos 228 de 2010.

Serviços e Infraestruturas

Na saúde, o número de hospitais (1) e de farmácias (4) manteve-se.

No entanto, na educação, houve uma redução de estabelecimentos de ensino pré-escolar, de 13 para 8, do 1.º ciclo de ensino, de 6 para 4, e do 2.º ciclo de ensino, de 2 para 1 . Houve o aumento de 1 para 2 estabelecimentos de ensino secundário e manteve-se no 3.º ciclo de ensino com 2 estabelecimentos.

O número de alunos no ensino não superior (de 2.492 para 1.815) é notavelmente inferior em 2018.

Os 2 estabelecimentos do ensino superior contabilizados em 2010 deixaram de existir em 2018.

Cultura

As despesas em cultura e desporto da Câmara Municipal aumentaram de 7% para 13,8%. Quanto à existência de museus e ecrãs de cinema, apesar de haver “quebra de série”, os números indicam a existência de dois museus, o mesmo número que em 2010, e nenhuma sala de cinema.

Economia

O pessoal ao serviço nas empresas não financeiras cresceu de 2.826 para 4.579, tendo o ganho médio mensal dos trabalhadores por conta de outrem sofrido, em oito anos, um incremento total de € 79,00, abaixo da média nacional que foi 92€.

O número de bancos e caixas económicas diminuiu de 9 para 7 e manteve-se a existência de duas caixas de crédito agrícola mútuo. As caixas automáticas multibanco também sofreram uma redução, passando de 18 para 13 unidades.

Ambiente

Os resíduos urbanos recolhidos seletivamente por habitante sofreram um aumento de 35,6Kg para 41,9Kg. As despesas do Município com o ambiente, aumentaram de 4% em 2010 para 10% em 2018.

Fonte: PORDATA

Outras Radiografias concelhias

Deixe o seu comentário

Skip to content