Foto por Interior do Avesso

Foi tornado público no dia 19 de Março, em Aviso no Jornal de Notícias, que a empresa PANN voltou a lançar o pedido de exploração mineira a céu aberto para a Serra da Argemela, localizada nos concelhos da Covilhã e Fundão. Em resposta, foi reaberta a petição PELA PRESERVAÇÃO DA SERRA DA ARGEMELA/CONTRA A EXTRAÇÃO MINEIRA, que conta com mais de 2 mil assinaturas. 

Três anos depois do primeiro pedido, a empresa PANN (cuja maior acionista é a Almina SGPS) aproveita o Estado de Emergência e em plena crise pandêmica renova a licença de exploração na Serra da Argemela. 

A primeira peticionária e a Associação Guardiões da Serra da Estrela decidiram reabrir a petição e a recolha de assinaturas que em 2017 iniciou o processo de luta contra a exploração mineira.

A Associação Guardiões da Serra da Estrela deixa o apelo para que “todos se juntem, mais uma vez e em tempos em que a união entre todos é por demais urgente, a assinarem e a juntarem-se a nós nesta causa”. 

Relembramos que a Serra da Argemela está sob um pedido de exploração de depósitos minerais de lítio, estanho, tântalo, ouro, prata, entre outros. A localização encontra-se nas freguesias de Coutada e Barco do concelho da Covilhã e nas freguesias de Silvares e Lavacolhos do concelho do Fundão, com uma área correspondente de 403,71 hectares. 

(Escrito por DG)

Deixe o seu comentário

Skip to content