Sertã: “uma candidatura que coloca o ambiente e os serviços públicos no centro do seu programa”

O Bloco de Esquerda apresentou a candidatura autárquica no concelho da Sertã no Jardim da Carvalha, com a presença do Eurodeputado José Gusmão. Interviram os cabeças de lista à Câmara Municipal (António Manuel Coelho), à Assembleia Municipal (Nuno Costa), à Freguesia do Carvalhal (André Fernandes) e à Freguesia de Pedrógão Pequeno (António Costa).

O Eurodeputado José Gusmão resume a candidatura como “uma candidatura que coloca o ambiente e os serviços públicos no centro do seu programa, num Concelho de uma região que pagou cara a incúria com que tem sido tratado o interior por sucessivos Governos e autarquias conformadas. Na Sertã, todas as autarquias estão dominadas por PSD e PS. Uma situação que o Bloco quer mudar e que pode mudar.”

Atualmente, o Bloco não tem eleitos neste concelho, não tendo apresentado candidatura nas últimas eleições autárquicas de 2017. Porém, “o trabalho que já tem sido feito pelo Bloco da Sertã de denúncia das situações que afetam a população, abalando o conformismo, deixa evidente o que significaria para a Sertã que o Bloco tivesse representação local”, considera o eurodeputado.

António Manuel Coelho assume a candidatura à Câmara Municipal para “dizer um basta”, fazendo a diferença num concelho que “não evolui há anos”. Recorre para o demonstrar, ao exemplo das estradas, com diversos problemas e em “condições miseráveis”, do que são imagem a Nacional 2 e a Estrada Nacional 238.

O objetivo do candidato é melhorar a Sertã, criando mais postos de trabalho, que permitam às famílias e aos jovens permanecer no concelho. Mas também defendendo uma Escola Superior do Politécnico de Castelo Branco, garantindo respostas às necessidades da população na área da saúde, lutando por tarifas da água mais baixas. “Quero um concelho com mais desenvolvimento, mais emprego, mais solidariedade, mais saúde, mais segurança, mais turismo e sem esquecer do nosso ambiente, do nosso património comum, e mais cultura.”

O cabeça de lista à Assembleia Municipal da Sertã, Nuno Costa, considera perceber e compreender “o que tanta falta faz a todos nós”, população do concelho que foi esquecida “em muitas áreas , o quanto muitos de nós fomos desvalorizados e não souberam e nem sabem aproveitar o que muito de todos nós podemos dar.” 

Apresenta-se como candidato por sentir que reúne as “condições necessárias para  poder contribuir para o bem estar de todos nós. Com serenidade e seriedade, capaz de perceber e entender os nossos problemas. Encará-los e resolvê-los da melhor forma . Mostrarmos , e demonstrarmos que somos capazes de o fazer mais e melhor.”

Bloco de Esquerda apresenta candidaturas as duas freguesias da Sertã: Carvalhal e Pedrógão Pequeno

André Fernandes é o candidato pelo Bloco de Esquerda à Junta de Freguesia do Carvalhal. Candidata-se porque tem “a certeza de que o Bloco será uma lufada de ar fresco no Carvalhal”. Quer que as pessoas saibam que podem conter com ele, com o Bloco de Esquerda, “quero que saibam que não precisam de se sentir oprimidos pelos partidos do centrão dos interesses”.

O cabeça de lista à Freguesia de Pedrógão Pequeno é António Costa Antunes, que se candidata “pelo sentido de responsabilidade, rigor, proximidade com o povo, espírito de missão”. “Procuro melhorar a vida dos pedroguenses. Melhorando as estradas, saneamentos, promovendo a Cultura e Património, melhorando as condições dos cidadãos especialmente os mais idosos e desenvolvendo programa de apoio aos mais jovens”, resumiu.

 

Bloco de Esquerda apresenta candidatos à Câmara e Assembleia Municipal da Sertã

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Ler Mais

Castelo Branco: Lista do Bloco às legislativas foi hoje entregue no Tribunal

A lista do Bloco de Esquerda à Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral de Castelo Branco foi esta sexta-feira entregue no Tribunal pela mandatária da candidatura, a professora, Teresa Correia. A lista é composta por Cristina Guedes, Sónia Reis, Pedro Beato, Nuno Costa, Teresa Gonçalves, Sílvio Lopes e Catarina Taborda. Cristina Guedes, cabeça de lista afirma que “temos um grande propósito que é responder pelo nosso povo”.
Skip to content