Foto por Teatro de Vila Real | Facebook

O Teatro de Vila Real retoma a programação na terça-feira, dia 20,  com a exibição do filme “Da Eternidade”. O primeiro espetáculo ao vivo nesta fase de desconfinamento será da banda Paus no dia 23.

Segundo comunicado do Teatro, a que a Lusa teve acesso, o primeiro espetáculo ao vivo será protagonizado pelo grupo musical Paus, no dia 23 de abril, e “promete ser uma forma de exorcizar estes meses de pausa”.

A banda de Lisboa foi criada em 2009. É constituída por Fábio Jevelim, Hélio Morais, Joaquim Albergaria e Makoto Yagyu. No concerto, vão apresentar o disco “Yess”, lançado em 2019, que conta com a colaboração nos arranjos para sintetizadores modulares do brasileiro GrassMass.

A programação proposta pelo Teatro de Vila Real para este desconfinamento começa com a exibição do filme “Da Eternidade” no dia 20 de abril. Depois do concerto de Paus, segue-se um concerto do Ponto de Guitarra, com o duo Maria Paula Marques e Paulo Peres e música do compositor Fernando Lapa, natural de Vila Real.

Segue-se o filme “Linhas Tortas”, de Rita Nunes, e, a fechar o mês de abril, sobe ao palco a peça “Little B”, do Visões Úteis, segundo a Lusa, um encontro de três gerações de atores nortenhos, a partir de texto coletivo inspirado na biografia profissional de Mário Moutinho.

De acordo com a Lusa, o Teatro Municipal lembra que neste regresso dos espetáculos ao vivo se mantêm as regras de funcionamento e as medidas sanitárias já impostas em 2020, a nível do distanciamento, desinfeção e uso obrigatório de máscara.

“Em conjunto, público, artistas e equipas técnicas, conciliaremos a segurança mútua com a necessidade inalienável da arte ao vivo para regressarmos paulatinamente a uma vida cultural ativa e participativa”, referiu a instituição no comunicado.

Desde dia 5 é ainda possível visitar a sala de exposições e o Museu do Som e da Imagem, instalados no Teatro de Vila Real. Na sala de exposições encontra-se uma instalação de fotografia de Vasco Rafael Carvalho, sob o título “Asphalt Sonata”.

No Museu do Som e da Imagem, além da coleção permanente, pode ser visitada a exposição temporária ‘Vila Real pela objetiva de Filipe Borges Júnior’. O Teatro e as exposições encontram-se abertos das 14:00 às 20:00, de segunda a sexta-feira.

Deixe o seu comentário

Skip to content