Foto de Pablo González | Facebook

A Eurocidade Verín-Chaves associou-se à TravelOFF, um projeto de turismo experimental de viagens virtuais pelo Google Earth, disponível para qualquer pessoa. O objetivo é facilitar o dia-a-dia do isolamento social.

 

O projeto surge para dar mais visibilidade aos destinos turísticos numa altura em que este setor, nomeadamente as pequenas e médias empresas, enfrenta graves problemas devido à Covid-19. 

O diretor executivo da entidade transfronteiriça, Eurocidade Verín-Chaves, quer também promover o destino turístico “Eurocidade da Água”, que é promovida há 5 anos e conta com um património termal muito rico em ambas as localidades. 

A caminhada virtual ao longo da fronteira permitirá ao turista ter um primeiro contato com a história da Raia, como é designada a fronteira entre a Galiza e Portugal. Além disso, é possível descobrir os espaços naturais, o rio Tâmega, que une e não divide tal como faz o Minho, e acima de tudo, somos capazes de mergulhar em águas minerais e medicinais, absorver costumes, saborear os vinhos, provar gastronomia e conhecer os Raianos. 

Tudo isto com um tempo de 25 de horas, devido à mudança horária. 

Nesta região, podemos encontrar a Rota Transfronteiriça Termal e da Água, que a pé, de carro ou de bicicleta permite atravessar a Raia que separa a Galiza e Portugal. Esta rota percorre, ao longo do rio Tâmega, as múltiplas nascentes da água medicinal mineral. Em Verín, as fontes de Cabreiroá, Sousas e Fontenova. Em Chaves, temos a grande nascente de Vidago. 

Este destino é reconhecido pelo Conselho de Europa como um itinerário cultural europeu, pois faz parte da Rota Europeia das Cidades Termais Históricas. 

(Escrito por DG)

Deixe o seu comentário

Skip to content