Decorreram nos dias 15 e 16 de outubro as II Jornadas de Ciências da Nutrição, com o tema “A Alimentação no Centro do Futuro Sustentável”, com mais de 200 participantes. A organização foi do Núcleo de Estudantes de Ciências da Nutrição e docentes do curso na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).

As jornadas com transmissão on-line contaram com cerca de 250 participantes, segundo nota da UTAD. Durante os dois dias a iniciativa contou com cerca de 16 oradores, provenientes de mais de dez instituições nacionais, “com impacto no ensino, investigação e desenvolvimento de política alimentar nacional.”

O programa contou com duas Sessões Plenárias, uma dedicada ao tema “A Dieta Mediterrânica – uma forma saudável e sustentável de viver” com Maria Palma Mateus da Universidade do Algarve, e outra sobre “A Alimentação dos Portugueses”, por Andreia Oliveira do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP).

Além das Sessões Plenárias, foram ainda realizados quatro painéis de discussão. No primeiro dia, os temas debatidos foram “Os desafios do nutricionista para um futuro sustentável” e “Os Desafios da Produção Alimentar”. Já no segundo dia a discussão centrou-se nos temas “Sustentabilidade Alimentar” e “Comunicação em Nutrição”.

No dia 16 foi lançada uma Carta para a Alimentação Saudável e Sustentável, como forma de assinalar o dia Mundial da Alimentação. A Carta pretende ser um “documento orientador integrado nos objetivos do Plano Estratégico da UTAD” para “apoiar o desenvolvimento e prossecução da Agenda 2030, da estratégia europeia Farm to Fork e a defesa do Direito Humano à Alimentação Adequada, através da definição de princípios e boas práticas para uma alimentação saudável, de qualidade, saborosa e sustentável na Academia.”

Deixe o seu comentário

Skip to content