Foto de Beira Baixa TV | Facebook

Há denúncias de que a central termoelétrica da Bioenergy continua a laborar, mesmo com a licença suspensa por parte da DGEG. 

A Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) decidiu suspender a licença de exploração da central termoelétrica da Bioenergy, em Vila Velha de Ródão, de acordo com a agência Lusa. 

Segundo o despacho da DGEG, datado de 9 de março, é determinada “a suspensão dos efeitos da licença de exploração atribuída à central termoelétrica da Bioenergy – Sociedade de Produção de Energia, S.A. pelo prazo de sete meses a contar da data de notificação deste despacho, que se converterá em revogação da licença caso a fiscalização a realizar ateste a manutenção de irregularidades”. 

A Lusa lembra que a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) tinha proposto o “encerramento provisório” da central depois de uma fiscalização extraordinária feita às instalações da empresa localizada em Vila Velha de Ródão. 

Para além da ANEPC, a Agência Portuguesa do Ambiente e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro também participaram na ação de fiscalização à empresa. 

A Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão denunciou que a central “continua a laborar” depois da autarquia ter sido notificada do encerramento a 8 de março e acrescenta que “só se pode concluir que (a empresa) está acima da lei”. 

Por sua vez, o administrador da central termoelétrica, afirmou ontem, 18 de março, que a empresa assumiu a ordem de encerramento de imediato. Nuno Carvalho refere que “a empresa (Bioenergy) acatou de imediato as ordens emanadas pela DGEG. Só tivemos conhecimento oficial da notificação na terça-feira, dia em que parou a laboração da central”. 

Relacionados:

Deixe o seu comentário

Skip to content