A Associação Académica da Universidade da Beira Interior propõe algumas medidas como a realização dos exames em regime de ensino à distância porque “o receio de fraude académica não se pode sobrepor à saúde pública”. 

Em comunicado, a Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI) tornou público o seu “descontentamento” perante as constantes alterações do calendário escolar.  Depois de uma primeira alteração, referente à época de exames do primeiro semestre e da antecipação do início do segundo, a universidade anunciou novas medidas. 

A AAUBI refere que “estas, que uma vez mais espelham a desconsideração pelos estudantes UBIanos e as suas estruturas associativas, foram fortemente criticadas pela comunidade académica quer nas redes sociais, quer nos canais oficiais de comunicação da UBI”. 

Os estudantes fizeram algumas “sugestões de alteração ao calendário letivo que verdadeiramente beneficiem os estudantes”, como por exemplo a “realização dos exames em regime à distância” e argumentam que “o receio de fraude académica não se pode sobrepor à saúde pública”. 

Outra das propostas é a recuperação do período de recurso dos exames, já que a AAUBI considera “incompreensível o facto do Conselho Científico do Senado retirar novamente uma das oportunidades de avaliação dos alunos, prejudicando principalmente aqueles que pretendem completar o 1º ciclo de estudos e concorrer a mestrado”. 

A AAUBI vem por este meio informar, que ontem se reuniu com os vários Núcleos de Estudantes da nossa academia, de modo a...

Publicado por AAUBI em Quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

Deixe o seu comentário

Skip to content