Foto por Cris | Flickr

No ano de 2020 houve menos 52% de área ardida em Portugal e menos 48% de incêndios rurais quando comparado com a média da última década, pelo menos, até ao dia 16 de outubro.

O relatório Provisório de Incêndios Rurais do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (IC), citado pelo Diário Digital Castelo Branco afirma que desde 2010, o presente ano é o segundo com menos incêndios e o quarto com menos área ardida.

Até 16 de outubro, registaram-se em Portugal 9471 incêndios rurais, bem inferior à média registada entre o ano de 2010 e o de 2019, que se cifrou em 18277.

No que respeita aos hectares de área ardida, o ano de 2020 também teve uma redução comparativamente à média da última década, com 66171 hectares ardidos, ao invés da média dos anteriores nove anos de 136502 hectares.

Na primeira quinzena de outubro deste ano estiveram prontos a atuar 9804 operacionais, , 2277 equipas, 2154 veículos e 60 meios aéreos estando em vigor o Nível III do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR), sendo que 41 desses meios aéreos se mantêm no Dispositivo até ao final do mês.

A Diretiva que estabelece o DECIR define que poderá haver um reforço do dispositivo se houver condições climatéricas que o justifiquem.

Deixe o seu comentário

Skip to content