Assembleia Municipal da Sertã repete eleição da Mesa. E a Freguesia do Carvalhal?

É com estupefação que o Núcleo Concelhio da Sertã do Bloco de Esquerda tomou conhecimento que o ato de eleição da Mesa da Assembleia Municipal da Sertã foi repetido, depois de um parecer da CCDR-C. 
Junta de Freguesia do Carvalhal, concelho da Sertã

É com estupefação que o Núcleo Concelhio da Sertã do Bloco de Esquerda tomou conhecimento que o ato de eleição da Mesa da Assembleia Municipal da Sertã foi repetido, depois de um parecer da CCDR-C. 

Em comunicado, o Núcleo Concelhio da Sertã do Bloco de Esquerda refere que “tomou conhecimento que o ato de eleição da Mesa da Assembleia Municipal da Sertã foi repetido, de acordo com a indicação dada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR-C)”. 

Afirmam ainda que “mais estupefatos ficamos quando percebemos que o motivo que justifica a repetição deste processo na Assembleia Municipal é o mesmo que aconteceu no ato de instalação dos órgãos autárquicos da Freguesia do Carvalhal, em outubro passado, e que o Bloco tem denunciado nas últimas semanas.” 

Segundo informações, “no dia 14 de outubro de 2021, na primeira sessão da Assembleia da Municipal da Sertã deste mandato foi realizada a eleição do presidente e dos secretários, entregando a cada um dos membros do órgão um boletim com a indicação de LISTA A. Depois de apurados os resultados, a Lista A foi eleita com 15 votos a favor na lista e 16 votos em branco”. 

De acordo com um parecer da CCDR-C pedido pelo Presidente da Assembleia Municipal da Sertã, “a eleição da Mesa para a Assembleia Municipal, por falta de cumprimento da referida formalidade, não deve ser considerada válida, devendo, por conseguinte, ser efetuada, em obediência à Lei, nova eleição para a Mesa deste órgão”. 

A situação, diz o Núcleo Concelhio do Bloco, “confirma as denúncias do Bloco de Esquerda e do seu eleito na Assembleia de Freguesia do Carvalhal, André Fernandes” referentes ao ato de instalação dos órgãos autárquicos da Freguesia do Carvalhal, já que foi idêntica a da eleição da Mesa da Assembleia da Municipal da Sertã. 

O Bloco coloca-se como uma força progressista e defensora da democracia e do poder local e continua disponível para encontrar soluções que viabilizem um mandato estável e benefício para a Freguesia do Carvalhal. No entanto, não pode fechar os olhos a comportamentos que danifiquem a confiança na relação entre os eleitos e os eleitores, estes últimos que não deram uma maioria absoluta na freguesia, nem muito menos ao PS do Carvalhal. 

 

Bloco avança para tribunal devido ao ato de instalação da Freguesia do Carvalhal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Related Posts
Skip to content