Desde que foi decretado o Estado de Emergência que o Centro de Saúde de Carregal do Sal está encerrado ao fim de semana. Foi uma medida tomada em todo o ACES Dão Lafões no âmbito de um Plano de Reestruturação para dar resposta à pandemia da covid-19. O Núcleo Concelhio de Carregal do Sal do Bloco de Esquerda quer saber para quando a reabertura deste serviço

Em comunicado, o Núcleo Concelhio de Carregal do Sal do Bloco de Esquerda coloca uma pergunta à ARS Centro e ao ACES Dão Lafões, “quando é que voltamos a ter Centro de Saúde ao fim de semana?.”

O Núcleo relembra que “no dia 6 de abril, o Presidente da Câmara informou que nada tinha a ver com o encerramento ao fim de semana do Centro de Saúde do concelho. No dia 7 de abril, o Coordenador do Centro de Saúde afirmou que o motivo do encerramento deveria dado pela ARS Centro e ACES Dão Lafões, mas que esta decisão foi transversal a todos os concelhos abrangidos por este ACES.”

Ainda, “no dia 14 de abril, o ACES Dão Lafões esclareceu que esta decisão foi tomada no âmbito da reorganização dos serviços de saúde por causa da pandemia da covid-19. O ACES, à data, afirmou que a suspensão dos Serviços de Atendimento Complementar e Prolongamentos de Horário seria temporária” e visava “equacionar a reorganização da prestação de cuidados, no âmbito da preparação e resposta à pandemia covid-19. Com esta estratégia foi possível libertar recursos para a implementação das Áreas Dedicadas à covid-19”, refere o comunicado. 

O Núcleo Concelhio de Carregal do Sal do Bloco de Esquerda questionou à ARS Centro e o ACES Dão Lafões sobre quando é que está previsto que este serviço do Centro de Saúde abra de novo ao fim de semana porque “com a pandemia da covid-19 relativamente controlada na nossa região” e “num momento em que saímos do Estado de Emergência e retomamos, aos poucos, a vida normal esta retoma também implica o acesso ao Serviço de Atendimento Complementar e Prolongamento de Horário do Centro de Saúde de Carregal do Sal”. 

O partido refere que “o medo fez com que os utentes reduzissem a procura dos cuidados de saúde, devido à covid-19, mas esta situação tem que ser desmistificada, de modo a que as pessoas com doença crónica retomem as suas consultas de vigilância, sob pena de agravarem a sua situação. Também sabemos que as situações agudas continuam a surgir, sendo contraproducente esse atendimento só ser possível efetuar-se num concelho vizinho ou no privado. Sabemos que o concelho de Carregal do Sal, tal como todo o Interior do país, tem escassez de transportes públicos e com o agravamento da situação económica da população, mais uma vez os utentes deixarão agravar a sua situação de doença.”

O Núcleo termina frisando que “a retoma deste serviço será um sinal positivo para a população do concelho e para o seu bem-estar tendo em conta, também, que todos os serviços estão já a voltar ao normal.”

Deixe o seu comentário

Skip to content