Foto por Hugo Cadavez | Flickr

No Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) foram realizadas menos 18.304 cirurgias do que em 2019, entre janeiro e setembro. Também se verificou um agravamento do tempo de espera.

Segundo o Jornal do Centro (JC), o balanço feito pelo Tribunal de Contas (TdC) no relatório sobre o impacto da covid-19 na atividade e no acesso ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) indica ainda que a atividade de janeiro a março foi superior ao período homólogo de 2019.

Já nos meses de junho e julho, existiu “alguma recuperação dos níveis de produção de cirurgias programadas”, embora estes resultados estejam abaixo da atividade registada nos meses correspondentes de 2019 para a generalidade das unidades hospitalares, como é o caso do CHTV.

 

Agravamento do tempo de espera no Hospital de Viseu

Doentes em lista de espera para cirurgia no Hospital de São Teotónio, do CHTV, estão a ultrapassar os prazos recomendados, segundo JC. Os tempos de espera recomendados variam em função da doença, indo até ao máximo de 180 dias, o que não se está a verificar.

  • Cirurgia com prioridade normal a doentes não oncológicos pode ter tempo de espera até 267 dias. 
  • As especialidades de maxilo-facial (498 dias), ortopedia (468 dias) e ginecologia (242 dias) representam as listas com maior tempo médio de espera.
  • As especialidades de urologia (37 dias) e dermatologia (16 dias) são as únicas em que o tempo de espera para situações muito prioritárias, seja doença oncológica ou não, é superior ao aceitável (15 dias).

De 31 de dezembro de 2019 a 31 de maio de 2020, “verificou-se alguma deterioração do cumprimento do TMRG [Tempo Máximo de Resposta Garantido] nas cirurgias realizadas em maio de 2020, ainda que se mantivesse relativamente próximo dos valores registados em anos anteriores. Nas cirurgias mais urgentes (prioridades 3 e 4, doença oncológica e não oncológica), o cumprimento dos TMRG melhorou, reflexo do foco da atividade nestes doentes, face aos menos urgentes”, garante o relatório do Tribunal de Contas..

Já de acordo com dados da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), indica o JC, em junho de 2020 estavam inscritos 10 869 doentes na lista de espera para cirurgia no Hospital São Teotónio, em Viseu. 7643 (70,3%) dos quais já tinham ultrapassado o TMRG.

Deixe o seu comentário

Skip to content