Apesar da preocupação da população da Covilhã o abate de várias árvores no Jardim Botânico de Montanha, em pleno Parque Alexandre Aibéo, acabou mesmo por acontecer. Desde dia 19 de Março que quem visite este espaço vai encontrar vários exemplares por terra.

Alguns dias antes o Núcleo Concelhio da Covilhã do Bloco de Esquerda emitia um comunicado em que demonstrava a sua apreensão relativamente a esta possibilidade que se veio mesmo a verificar. Nesse comunicado a Autarquia era questionada acerca da real necessidade destes abates e dos estudos técnicos que sustentavam esta decisão, não tendo havido qualquer resposta.

Apesar de deste espaço de lazer ser apresentado no site do Município como um parque que se “estende por uma área de 12 mil m2 e reúne uma vasta diversidade de espécies da flora característica da Serra da Estrela, bem como das zonas montanhosas do Sul e Centro da Europa e do Norte de África”, a realidade no local deixa a desejar, demonstrando falta de uma verdadeira estratégia de dinamização e valorização deste espaço emblemático da cidade da Covilhã.

(Escrito por MFS)

Deixe o seu comentário

Skip to content