Até dezembro de 2021 a CooLabora coordena um projeto que vai levar as 148 famílias que residem no Bairro Social do Cabeço, em Tortosendo (Covilhã), a envolverem-se no melhoramento dos espaços comuns exteriores, para convívio, lazer e desporto.

Segundo nota de imprensa da CooLabora, o projeto vai “pôr em prática as propostas desenvolvidas em conjunto com a própria comunidade e que passam por criar jardins comestíveis através de técnicas de permacultura, favorecendo assim hábitos alimentares saudáveis; espaços para a prática de desporto que facilitam hábitos de vida saudáveis, principalmente entre as muitas crianças e jovens que aí habitam, contando para isso com o Unidos Futebol Clube do Tortosendo.”

Também o convívio surge como um aspeto “essencial”, particularmente depois do período de confinamento. Assim, “será favorecido pela construção de equipamentos como um forno e grelhadores comunitários, um anfiteatro exterior, mesas para jogos sociais e um parque infantil sensorial. Graças ao Entre Mundos, movimento criado por estudantes de Medicina da UBI, irá ser dado um especial enfoque à saúde preventiva através de acções inovadoras que vão além das sessões informativas. E porque a saúde comunitária é essencial para a saúde individual, vários eventos culturais que celebram a interculturalidade e a boa vizinhança pontuam toda a intervenção.”

A CooLabora destaca ainda o papel de relevo que a “Associação Mulheres na Arquitectura” terá no trabalho a desenvolver nos espaços comuns, uma vez que, enquanto associação, tem como objetivo a criação de uma arquitetura inclusiva e participativa.

O projeto conta ainda com o envolvimento da Câmara Municipal da Covilhã e da Junta de Freguesia de Tortosendo “para a construção de espaços e equipamentos comunitários”.

O projecto é financiado em 50 mil euros pelo Programa Bairros Saudáveis, “um programa público, de natureza participativa, para melhoria das condições de saúde, bem-estar e qualidade de vida em territórios vulneráveis.”

Deixe o seu comentário

Skip to content