Covid-19: Vacinação universal alargada a adolescentes dos 12 aos 15 anos

Foto de Christian Emmer | Crédito: emmer.com.ar.
Direção-Geral da Saúde (DGS) recomendou esta terça-feira a vacinação universal dos adolescentes dos 12 aos 15 anos de idade, pelo que não haverá necessidade de indicação médica. Graça Freitas adiantou que “está aberto o caminho para a vacinação” desta faixa etária. Publicado em Esquerda.net

“A DGS recomenda a vacinação de todos os adolescentes dos 12 aos 15 anos de idade”, sem necessidade de indicação médica, anunciou a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, em conferência de imprensa.

A decisão foi tomada após a análise de “novos dados disponibilizados nos últimos dias”, que apontam que os casos de miocardites e pericardites nos “mais de 15 milhões adolescentes vacinados nos Estados Unidos e na União Europeia” são “extremamente raros”. Acresce que, quando estes ocorrem, a sua evolução é benigna.

“Está aberto o caminho para a vacinação”, apontou Graça Freitas, avançando que caberá agora à task force determinar o seu início.

A DGS explicou que os adolescentes entre os 12 e os 15 anos terão de ser acompanhados pelos pais ou representantes legais para serem vacinados, e que lhes serão administradas duas doses das vacinas licenciadas para este grupo etário.

Luís Graça, membro da Comissão Técnica de Vacinação covid-19, sublinhou as vantagens da vacinação entre os 12 e 15 anos na redução da “transmissão do vírus” e no “bem-estar de saúde mental, social e educacional” dos adolescentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Skip to content