CHUCB | Rádio Cova da Beira | Facebook

A denúncia parte do Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal. A estrutura sindical afirma que em abril vão ser dispensados 15 enfermeiros do Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira. 

Em comunicado, citado pela agência Lusa, o Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (Sindepor) informa que vai endereçar uma missiva à Ministra da Saúde para tentar impedir a dispensa de 15 enfermeiros do Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira (CHUCB).

Na nota pode ler-se que “estes profissionais têm um contrato a termo certo que termina no próximo mês de abril e, se não forem tomadas medidas entretanto, correm o risco de ser dispensados a partir dessa altura”. 

Após uma reunião entre este sindicato e os responsáveis do CHUCB, os dirigentes do hospital reconheceram que “estes enfermeiros são indispensáveis à instituição”. O Sindepor lembra que o CHUCB é “historicamente deficitário em profissionais de enfermagem”. 

A organização sindical afirma que para “além dos 15 enfermeiros com contrato a termo certo, este estabelecimento dispõe de 21 enfermeiros com contratos a termo incerto”, pelo que é necessário “passar estes profissionais para contratos sem termo”. 

Relacionados:

Bloco denuncia contratos precários no CHUCB

Deixe o seu comentário

Skip to content