Crescem queixas de correspondência extraviada

Foto de Paulete Matos.

Na plataforma Reclamar, da Deco, os CTT são a empresa mais visada. A associação de defesa dos consumidores defende que a degradação “evidente” do serviço “gera preocupação”. Publicado em Esquerda.net

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, Deco, noticia que a empresa com mais reclamações na sua plataforma Reclamar são os CTT. Segundo o organismo, estão a crescer as queixas sobre correspondência extraviada, “pacotes que não são entregues na morada correta, extratos de conta extraviados ou deixados pelo carteiro fora da caixa de correio, cartas devolvidas ao remetente sem nunca terem sido apresentadas na morada de destino”.

Das 1.989 reclamações recebidas em outubro, 147 diziam respeito aos CTT. A Deco escreve a este propósito que há uma degradação do serviço que é “evidente” e que “a ausência de resposta às reclamações cada vez mais frequentes gera preocupação” num “serviço necessário para a vida quotidiana de todos, e que é preciso levar a cabo com seriedade”.

A Deco apela ainda a que lhe sejam enviadas as reclamações sobre falhas deste serviço. Exemplificam-se os problemas nos serviços com o caso de uma sócia desta instituição que vive numa vila perto de Castelo Branco e que se tem queixado de “encomendas transviadas para a casa de vizinhos, cartas com extratos bancários deixados sobre o tanque da roupa e muita correspondência que acabou por nunca chegar a sua casa”, um caso que está a ser acompanhado pela Deco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados
Skip to content