Foto por Raquel Teixeira

Decide-se hoje em referendo local se a Ponte de Trajano continua pedonal ou se por outro lado volta a reabrir ao trânsito. Segundo confirmou à Lusa fonte da Comissão Nacional de Eleições (CNE), são chamados às urnas um total de 43.480 eleitores. O resultado do referendo só vale se houver mais de 50% dos eleitores a votar.

A Ponte de Trajano é passou a ser pedonal em 2008 aquando do início de um projeto de requalificação com o objetivo da pedonalização da via.

Entretanto, passado doze anos este referendo pretende por término a uma discussão entre os flavienses desde que a Ponte Romana, um monumento nacional classificado e foi construído no fim do século I d.C, foi fechada ao trânsito.

A pergunta a que os 43480 eleitores terão de responder é se “Concorda com a reabertura da Ponte Romana de Chaves ao trânsito automóvel ligeiros, num único sentido?” tendo uma resposta de sim ou não.

Devido à pandemia, este referendo está sujeito a medidas de prevenção que estão publicadas na página oficial do Ministério da Administração Interna.

Além da desinfeção das mãos ao entrar e ao sair da secção de voto e da utilização de caneta própria, será obrigatório o uso de máscara e a manutenção do distanciamento físico de dois metros ao aguardar pela vez para votar.

Deixe o seu comentário

Skip to content