Apesar das várias denúncias de casos de sobrelotação e de as necessidades da população não estarem asseguradas, a totalidade das linhas do sistema de Mobilidade Urbana de Viseu continua por repor. Mais uma vez, o Bloco de Esquerda volta a insistir na necessidade de repor todos os horários.

A Câmara Municipal de Viseu anunciou no passado dia 8 de Novembro que iria proceder à reposição da totalidade dos horários das linhas urbanas (C1 e C2) e do STOP BUS (linha Centro Histórico), bem como alterar os horários de algumas linhas de maior afluência, já existindo também alguns desdobramentos.

Em comunicado, a Comissão Coordenadora Concelhia de Viseu do Bloco de Esquerda “reconhece estes esforços mas não desiste de exigir a reposição da totalidade das linhas, bem como a criação de mais desdobramentos sempre que necessários – sobretudo nas carreiras matinais, responsáveis pelo transporte de centenas de alunos.”

Ao longo dos últimos meses, o Bloco de Esquerda, identificou e acompanhou no terreno, recebendo denúncias e alertando o Município de Viseu “insistentemente”, vários problemas com o serviço de transportes, como a sobrelotação de viaturas, a não reposição de linhas e a inexistência de desdobramentos que deixava pessoas apeadas nas paragens.

Para o partido, “a Câmara Municipal de Viseu, através do sistema de Mobilidade Urbana de Viseu (MUV), não pode servir-se deste contexto para deixar de promover a utilização de transportes públicos, assim como não pode descurar aqueles que dependem deste recurso para se deslocarem, e deve ter em conta a importância social e económica que os transportes públicos podem configurar num momento de quebra de rendimentos e despedimentos generalizados.”

Como tal, o Bloco de Esquerda insiste, mais uma vez, na essencial reposição integral das linhas, na criação de desdobramentos para os horários com maior afluência de utentes e no cumprimento escrupuloso das normas sanitárias, garantida, inclusivamente, através da operação da Polícia Municipal recentemente anunciada.

Deixe o seu comentário

Skip to content