Jazz nas Termas no distrito de Castelo Branco nos dias 4 e 5

Foto por Viva Termas Centro | Facebook
As Termas de Unhais da Serra, na Covilhã, no dia 4, e as Termas de Monfortinho, em Idanha-a-Nova, no dia 5, recebem o espetáculo gratuito “Termas Centro Vintage Jazz Tour”, da autoria da banda Cottas Club Jazz Band.

Em Unhais da Serra o espetáculo vai decorrer no Jardim do H2otel pelas 21H30. Em Monfortinho terá lugar no Recinto Polidesportivo das Termas às 18H30. Os concertos têm a duração prevista de uma hora. 

Após uma paragem forçada pela pandemia, o “Termas Centro Vintage Jazz Tour” marcou o regresso do ciclo de eventos de animação “Viva Termas Centro”, que já começou a levar, no dia 28 de agosto, iniciativas e eventos vários às estâncias termais durante os anos de 2020 e 2021.

“Os espetáculos da Cottas Club Jazz Band recriam a alegria do espírito Dixieland e a magia dos anos 20 na cidade-berço do jazz, Nova Orleães, nos Estados Unidos. O conceito reflete-se no instrumental da banda, que vai desde o cornetim, o trombone e o clarinete, ao saxofone, banjo, sousafone e washboard. A animação que complementa as interpretações musicais é um dos traços distintivos da banda”, pode ler-se no evento.

Os espetáculos cumprirão “todas as regras e sugestões da Direção-Geral de Saúde.” Assim, mesmo sendo gratuita, a participação  será limitada e sujeita a inscrição prévia e levantamento de bilhete.

O espetáculo já passou em agosto pelas Termas de São Pedro do Sul, no dia 28, pelas Caldas da Felgueira, em Nelas, no dia 29, e pelas Termas do Carvalhal, em Castro Daire, no dia 30.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Ler Mais

Setor da Conservação da Natureza e Florestas divulga carta aberta a exigir melhorias nas condições de trabalho

O Sindicato Nacional da Proteção Civil divulgou uma carta aberta que foi enviada ao Presidente da República Portuguesa, à Presidente da Associação Nacional de Municípios, a representantes dos Partidos Políticos e aos eurodeputados em que o Setor da Conservação da Natureza e Florestas propõe “capacitar os seus trabalhadores com políticas que fomentem a valorização e dignificação profissional, apostando na revisão, na integração e na criação de Carreiras e Estatuto Profissional.”
Skip to content