Mondego: “cheiro intenso e nauseabundo” devido a “descargas diretas” da ETAR de Cubos, em Mangualde

“Aqui cheira mal!” refere o “Mangual em Movimento” no início da sua denúncia sobre o mau funcionamento da ETAR de Cubos que descarrega para cursos de água limpa.

A ETAR pode ser avistada “entre a ponte dos caminhos de ferro e o cruzamento para a Cunha Baixa e Mesquitela”, local onde se encontra “um cheiro intenso e nauseabundo, desde há bastante tempo”.

Afirmam que “no local é visível que água poluída está a ser descarregada na ribeira que vem de Cubos e que logo a seguir se funde com a que vem da Mesquitela” em direcção “ao Mondego”.

Dizem que há uma contraditório para fazer descargas “diretas para cursos de água limpa” e “numa altura em que o ambiente é uma bandeira eleitoral do PS Mangualde”, porque finalmente foi resolvido o problema das “fossas da Lavandeira”, situação que se arrastava há muitos anos.

No fim afirmam que o movimento, apoiado pelo Bloco de Esquerda, “estará sempre ao lado das populações do concelho e lutará por um concelho mais limpo e amigo do ambiente”.

O Interior do Avesso proporciona uma ferramenta para denúncia de atentados ambientais nos distritos de Viseu, Guarda, Castelo Branco, Bragança e Vila Real.

[publicação embutida]


Sugestões:

A biodiversidade da sub-bacia Hidrográfica do Dão está debaixo de ataque

Mangualde sofre novas descargas poluentes na Ribeira das Lavandeiras

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Ler Mais

Radiografias Concelhias: Covilhã

Foto por Tschubby – Own work, CC BY-SA 3.0, https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/f8/Kreis_Covilh%C3%A3_2020.pngCovilhã é um concelho pertencente ao distrito de Castelo…
Skip to content