Munícipe de Resende que procurava o seu companheiro de quatro patas desaparecido contactou o município para saber se estes tinham um canil onde pudesse procurar o seu animal, a resposta foi negativa.

As denúncias públicas e ao Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR começaram em 2018, através de vários activistas e do Bloco de Esquerda. Em causa um “barracão” onde o município ‘deposita’ cães abandonados e errantes, sem que o destino deles se conheça. 

Em 2018 ainda eram permitidos abates de animais saudáveis, apenas para controlo de população, pelo que na altura seria o destino provável dos animais que por ali passavam, actualmente ninguém sabe que destino dá o município a estes canídeos.

Alguns chegaram a ser resgatados por ativistas, que comprovaram o mau estado em que se encontravam os que tinham a infelicidade de ser apanhados e ali colocados.

Durante o ano de 2019 voltaram a ser feitas várias denúncias, algumas através de documentos escritos, outras através da deslocação ao posto da GNR do concelho. Foi novamente notícia que aquele exíguo espaço continuava a ser usado.

Soubemos agora que o município nega a existência aos cidadãos que junto deles procuram cães desaparecidos. Em mensagens trocadas com a página oficial do município, datadas de 28 de novembro de 2019, podemos ler que não existe nenhum canil no município e que o canil de Baião se encontrava cheio.

O mesmo cidadão confrontou o município com fotografias e vídeos deste espaço, datados de dia 30 de novembro, onde se encontravam vários animais em condições “deploráveis”. Este caso já foi alvo de perguntas ao município por parte do Bloco de Esquerda, sem que nunca tenha havido resposta. Por parte do SEPNA-GNR, apenas uma resposta dizendo que “apuraram tratar-se de um espaço que o veterinário municipal usou para colocar três canídeos alvo de recolha, por serem errantes/ vadios, servindo apenas de medida imediata e profilática por estes animais apresentarem agressividade e perigo para as pessoas”.

Deixe o seu comentário

Skip to content