Foto por Estelle Valente

O espetáculo de teatro documental “Os Filhos do Mal” de Hotel Europa, vai estar no dia 5 de agosto, às 20h30, no Cine-Teatro Avenida em Castelo Branco, no âmbito do Festival Y#17-festival de artes performativas, uma organização da Quarta Parede

Segundo nota da Quarta Parede, este é o segundo espetáculo de um ciclo dedicado à pós-memória de Portugal, o primeiro foi “Os Filhos do Colonialismo” (2019).

No processo de criação destes espetáculos, a estrutura artística Hotel Europa desenvolve um trabalho de teatro documental assente em testemunhos de histórias de vidas, “para pesquisar o passado de pessoas e famílias, e com isto, aprofundar um pouco mais a história relacionada com o fascismo, comunismo, colonialismo e migrações.”

Em particular, “os Filhos do Mal investiga a relação que as gerações que cresceram depois do 25 de Abril de 1974 têm com o Estado Novo e que memórias é que lhes foram transmitidas desse mesmo passado”. Com foco nos “filhos” de opositores do regime em confronto com os “filhos# dos apoiantes da ditadura portuguesa.

Os “atores” em cena são pessoas reais, encontradas através do processo de recolha de depoimentos, representando ali as suas próprias histórias.

“Hotel Europa cria este novo espetáculo de teatro documental a partir do conceito de ‘pós-memória’, definido por Marianne Hirsch no seu livro Postmemory Generation: a ‘relação que a geração seguinte tem com o pessoal, coletivo e trauma cultural daqueles que vieram antes – experiências que são lembradas apenas através de histórias, imagens e comportamentos daqueles com quem cresceram’”, enquadra a nota de imprensa.

Os bilhetes para o espetáculo têm o custo de 5 euros e podem ser adquiridos na bilheteira do Cine-Teatro Avenida em Castelo Branco.

Deixe o seu comentário

Skip to content