Rio Dão | 11 de Fevereiro 2020

Hoje, dia 11 de Fevereiro de 2020, o Núcleo Concelhio de Carregal do Sal do Bloco de Esquerda denunciou mais caso de poluição no Município, desta vez no rio Dão na Praia Fluvial do Mercudo, em Papízios. A espuma era muito visível e o cheiro a esgoto era intenso.

Foto do rio Dão | 11 de Fevereiro de 2020

Em comunicado, referem que vários membros do Núcleo Concelhio de Carregal do Sal  e da Comissão Coordenadora Distrital de Viseu do BE presenciaram um foco de poluição no rio Dão, na Praia Fluvial do Mercudo em Papízios, junto à ponte da Estrada Regional 230. 

Afirmam que “a espuma era bastante considerável e visível e o cheiro a esgoto era muito intenso.” O BE já denunciou a situação às entidades competentes, nomeadamente ao SEPNA local. 

Lembramos que o Mercudo é uma zona piscatória bastante frequentada, tal como no verão é um zona de banhos muito importante do concelho de Carregal do Sal e dos concelhos limítrofes.

Os bloquistas relembram que, tanto no concelho como no distrito, têm-se empenhado na luta pela defesa dos cursos de água, rios e ribeiras, que são constantemente poluídos com descargas ilegais ou com a inoperabilidade de alguns sistemas de tratamento de águas residuais. 

A sub-bacia hidrográfica do Dão (rio Dão, rio Dinha, rio Criz e outros) é insistentemente alvo de casos de poluição que contamina o ecossistema e prejudicam gravemente a fauna e a flora do seu envolvente. 

Referem vário casos que o partido já denunciou como a Zona Industrial da Gândara em Carregal do Sal onde algumas empresas não cumprem com os requisitos legais para a rejeição de efluentes, a contínua poluição na Ribeira de Dardavaz em Tondela ou o rio Pavia na cidade de Viseu. 

Concluem “estes atentados ambientais põem em causa a saúde pública e a fauna e flora aquáticas e ribeirinhas. É extremamente necessário resolver com urgência estas situações e apurar quem são os responsáveis.”

 

(Escrito por DG)

Deixe o seu comentário

Skip to content