Foram presentes ao juiz de instrução criminal na tarde de ontem os cinco suspeitos da morte de Luís Giovani. Os homens, com idades entre os 22 e 35 anos, estão indiciados por um crime de homicídio qualificado e três tentativas de homicídio.

Após a conferência de imprensa do diretor nacional da Polícia Judiciária ao início da tarde de sexta-feira, os suspeitos foram transportados para o Tribunal de Bragança para interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação.

Os cinco suspeitos, todos residentes em Bragança, acabaram por ficar em prisão preventiva por considerar o magistrado estarem reunidas as condições para aplicação da medida de coação mais gravosa.

Estas detenções eram aguardadas com muita expectativa depois de na semana passada vários milhares de pessoas terem saído à rua em várias cidades do país, e também no estrangeiro, a exigir celeridade na investigação.

Escrito por MFS

Deixe o seu comentário

Skip to content