Foto por Manuel Castelão | Facebook

Depois de uma paralisação espontânea em frente à Câmara Municipal, os trabalhadores da Covibus, serviço de transportes públicos da Covilhã, chegaram a acordo com o novo prestador de transportes urbanos.

O acordo com a Transdev terá sido resultante de negociações dos sindicatos e do município, segundo notícia da Rádio Clube da Covilhã (RCC).

Os trabalhadores da Covibus no final de agosto ainda não tinham qualquer tipo de garantias da manutenção dos seus postos de trabalho a partir de 1 de setembro, segundo um comunicado assinado por 29 funcionários enviado à RCC.

A incerteza surge na sequência do anterior concessionário ter informado o fim efetivo da prestação de serviços após dia 1 de setembro. Uma prestação de serviço que na verdade havia terminado em setembro de 2019, sem que a autarquia da Covilhã abrisse um novo concurso atempadamente.

O concurso apenas foi apenas aberto em abril de 2020, tendo a data de apresentação de propostas sido prorrogada por diversas vezes. O concurso permanece sem respostas, pois nenhuma empresa de transporte coletivo de passageiros manifestou interesse.

O Núcleo Concelhio do Bloco de Esquerda da Covilhã, em comunicado, já partilhou “muita preocupação” com a incerteza da situação atual da mobilidade urbana do concelho, particularmente no que diz respeito aos transportes públicos.

Deixe o seu comentário

Skip to content