Foto por Luís Vaz | Facebook

A União dos Sindicatos de Castelo Branco e a da Guarda estão a promover um abaixo-assinado pela “reposição da medida de redução do preço dos passes sociais, com efeitos retroativos a 1 de Setembro”. A exigência é dirigida à Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela e a cada uma das autarquias.

O anúncio foi feito hoje através de nota de imprensa onde, segundo notícia da Rádio Clube da Covilhã, as uniões de sindicatos avançam que “caso esta exigência não seja satisfeita” estão disponíveis “para desenvolver todas as ações de luta que se venham a mostrar necessárias”.

O abaixo-assinado irá circular junto da população, nas empresas e noutros locais de trabalho, com o objetivo de obter “o maior apoio possível no mais curto espaço de tempo e assim dar mais força à convocação das ações de luta que se venham a convocar”, explica ainda a nota.

Em comunicado, a União de Sindicatos de Castelo Branco (USCB) já havia prometido agendar brevemente várias ações de protesto contra o aumento do valor dos passes que entrou em vigor no início de setembro na rede inter-concelhia de transportes públicos.

Para a estrutura sindical, esta é uma medida “discriminatória para as regiões do interior, já que aqui são penalizados com aumentos injustificados enquanto nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto se mantêm os descontos no valor dos passes. É este o amor que os responsáveis da comunidade intermunicipal têm pelo interior que aliás já tínhamos sentido quando se demitem da luta pela abolição das portagens e assumem um papel de subserviência em relação ao poder central”.

Deixe o seu comentário

Skip to content