Foto por DGES

Começou esta sexta-feira o concurso nacional de acesso ao ensino superior, mais tarde do que o habitual devido à pandemia da Covid-19. A primeira fase de candidaturas decorrerá online até dia 23 de agosto, sendo os resultados conhecidos a 28 de setembro.

O concurso arrancou mais tarde do que o habitual devido à pandemia da Covid-19, que obrigou a adiar as datas de exames e, consequentemente, a alterar calendários.

A nível nacional, estão disponíveis 52.129 vagas, incluindo 51.408 destinadas ao concurso nacional e 721 destinadas aos concursos locais. Números que representam um aumento de 1% face ao ano passado.

O número de vagas cresceu 2,3% em regiões com menor pressão demográfica e 1,3% nos Politécnicos. 

Segundo os dados da Direção-Geral do Ensino Superior, as vagas aumentaram em Bragança (IPB), Vila Real (UTAD), Guarda (IPG) e Castelo Branco (IPCB). Mas mantiveram-se na Covilhã (UBI) e desceram em Viseu (IPV).

  • Instituto Politécnico de Bragança (IPB) – 2080 vagas (mais 38 do que em 2019)
  • Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) – 1481 vagas (mais 25 vagas do que em 2019)
  • Instituto Politécnico da Guarda (IPG) – 805 vagas (mais 71 do que em 2019) 
  • Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) – 1033 vagas (mais 23 vagas do que em 2019)
  • Universidade da Beira Interior (UBI) – 1307 vagas (igual a 2019)
  • Instituto Politécnico de Viseu (IPV) – 1.307 vagas (menos 7 do que em 2019)

Deixe o seu comentário

Skip to content