Foto de Beira Baixa TV | Facebook

O presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, Luís Correia, viu o seu recurso ser rejeitado, desta vez pelo Tribunal Constitucional. Assim, a perda de mandato fica mais próxima. 

O Tribunal Constitucional rejeitou, sumariamente, o recurso apresentado pelo presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco eleito pelo Partido Socialista, Luís Correia, à condenação da perda do mandato, uma sentença atribuída pelo Tribunal Administrativo e Fiscal de Castelo Branco (TAFCB). 

De acordo com o Expresso, o autarca vai tentar mais um novo recurso para evitar a perda de mandato. A perda de mandato também já foi proferida pelo Ministério Público devido a outro processo

Lembramos que o TAFCB condenou Luís Correia a perda de mandato da presidência do Município de Castelo Branco por ter assinado três contratos, no valor de 180 mil euros, com a empresa do pai e de um tio da mulher. O autarca socialista já recorreu da decisão para o Tribunal Central Administrativo do Sul e depois ao Supremo Tribunal Administrativo, mas todos confirmaram a sentença inicial.

Deixe o seu comentário

Skip to content