Pandemia mundial faz com que o festival Boom seja adiado para 2021.

A organização do Boom já estava a acompanhar o desenrolar da situação há algum tempo, tendo Alfredo Vasconcelos dito no fim de fevereiro que “organização está tranquila e preparada”, relevando o facto de o festival ter um trabalhador por cada vinte e dois participantes e a permanência de um epidemiologista.

Passado um mês a incerteza sobre quando o mundo se verá livre desta pandemia, a organização é obrigada a medidas mais duras, tendo a edição de 2020 sido reagendada para 22 a 29 de junho de 2021.

A edição agora adiada tinha o Antropoceno como tema e viu os seus bilhetes esgotarem em 90 minutos.

A organização termina o seu comunicado dizendo “2020 seria o melhor Boom de sempre. 2021 será não apenas isso como também uma grande celebração da nossa humanidade”.Este festival que iria contar com 175 nacionalidades nesta edição de 2020, tem sede no concelho de Idanha-a-Nova e tem um impacto considerável na economia da região. O Interior do Avesso compilou alguns números deste festival neste artigo.

Deixe o seu comentário

Skip to content