Bloco de Esquerda de Castelo Branco assinala este dia, 21 de março de 2021, com um vídeo e vários apelos de simpatizantes e aderentes do partido no distrito. 

O acontecimento que conduziu a que o Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial fosse instituido a 21 de março pela Organização das Nações Unidas (ONU) foi a morte, pela polícia, de 69 pessoas numa manifestação pacífica em Sharpeville, na África do Sul. Os protestos que ocorreram em 1960 eram contra as “leis de aprovação” do apartheid

A resolução que constitui esta data como o Dia Internacional para a Discriminação Racial, foi aprovada em 1966 pela Assembleia Geral das Nações Unidas. “O documento aprovado contém diretivas que promovem a consciencialização sobre as formas de discriminação racial e pede para redobrar esforços na eliminação de qualquer força de discriminação”, segundo comunicado da Comissão Coordenadora Distrital de Castelo Branco do Bloco de Esquerda. 

A Coordenadora Distrital do Bloco decidiu assim assinalar o dia com um vídeo, que coloca em destaque citação de Maya Angelou “o racismo ainda se esconde por trás de muitas caras sorridentes”, e vários apelos de aderentes e simpatizantes do partido no distrito por vários motivos: 

  • “Porque ainda falta muito por fazer e continuamos a viver sob o manto de um racismo estrutural 
  • Para dar continuidade a importante resolução da ONU aprovada há 55 anos 
  • Para prestar homenagem a todas as vítimas de discriminação racial e mostrar-nos solidários com a luta
  • Para denunciar todas as dimensões de racismo: na educação, na justiça, habitação, segregação territorial, acesso ao emprego, salários
  • Porque é necessário criar políticas públicas que combatam o racismo e a discriminação racial”

Deixe o seu comentário

Skip to content