Foto por Jardins Efémeros | Facebook

Em comunicado no Facebook, a Equipa dos Jardins Efémeros, acontecimento cultural multidisciplinar que ocorre em Viseu, confirma que a edição de 2020 está adiada para 2021 em datas a anunciar brevemente.

O reencontro com os Jardins Efémeros, em interregno desde 2019, fica assim adiado para 2021, com datas e número de dias a anunciar brevemente, decisões decorrentes da posição do Município de Viseu, do qual a organização aguarda resposta.

“Como é sabido, por indicação da DGS, o governo não permite a realização de festivais até ao dia 1 de Outubro de 2020”, pode ler-se no comunicado. Além disso, existe ainda a incerteza quanto à possibilidade da realização “grandes festivais a partir de 1 de Outubro”.

É tendo esta incerteza em conta e “depois de uma análise profunda sobre todas as eventuais modificações no programa”, que a equipa conclui que “esta realização não poderá ter um novo desenho misto – online e ao vivo – por antagonismo deste formato com a sua missão”.

Segundo o site dos Jardins Efémeros, essa missão inclui a utilização “dos espaços icónicos” da centro histórico de Viseu, “como a Sé, a Igreja da Misericórdia, museus, capelas, edifícios públicos e privados, edifícios devolutos, jardins, logradouros, praças e ancorados no centro histórico”, bem como promover a “transformação criativa e uma nova percepção da cidade.”

 

Ver também:

Festivais do interior adiados para 2021

Jardins suspensos em Viseu

Deixe o seu comentário

Skip to content