Foi detetada a fonte da poluição que tem sido visível nas águas do Rio Alfusqueiro em Oliveira de Frades, informa em comunicado o Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Viseu.

Nos último dias era visível a acumulação de espumas escuras e a mortalidade significativa de peixes, a jusante da Barragem das Caínhas, na zona de fronteira dos concelhos de Oliveira de Frades e Vouzela.

A GNR, numa operação conjunta com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), detetou um ponto de descarga de águas residuais para o rio Alfusqueiro provenientes de uma ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais), que não estavam a ser feitas de forma regulamentar. Segundo comunicado da GNR “a poluição colocou em causa a fauna piscícola ali existente e as zonas de lazer a jusante da barragem”.

Da operação resultou a elaboração de um auto de contraordenação ambiental muito grave a remeter pela APA.

O Bloco de Esquerda de Viseu recebeu uma denúncia sobre o estado em que se encontrava a albufeira da Barragem das Cainhas e alertou o GNR-SEPNA, APA e IGAMAOT. em comunicado, considerou o “cenário desolador” com “peixes mortos nas beiras da albufeira e a boiar. Muita espuma acastanhada acumulada. Um cenário que quem viu descreve com tristeza”.

Deixe o seu comentário

Skip to content