Face à impossibilidade de realizar atividades públicas no exterior, o Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal, lançou o desafio on-line “SER Consciência 30/1000 por 1VIDA”, para assinalar os 80 anos do ato de consciência de Aristides de Sousa Mendes

“Dever de memória – jovens pelos direitos humanos” é um projeto do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal no âmbito da Rede de Escolas Associadas da UNESCO, integra-o desde 2014 e são lançados desafios à comunidade escolar e à sociedade civil todos os anos. Este ano, devido às medidas de contingência aplicadas pela pandemia da covid-19, o desafio foi lançado em formato on-line.  

O desafio deste ano é sobre Aristides de Sousa Mendes e visa assinalar os 80 anos do seu ato de consciência, materializado na passagem dos vistos a refugiados do holocausto nazi, em 1940, abrindo-lhes o caminho rumo à liberdade. Esta iniciativa que foi inicialmente organizada para um fim de semana de junho, integrando workshops, exposições, música ao vivo e outras intervenções artístico-culturais junto à Casa do Passal, em Cabanas de Viriato, foi substituída por um modelo virtual de exposição on-line dos trabalhos artísticos e a sua divulgação.

Com nome “SER Consciência… 30/1000 por 1 VIDA”, a iniciativa tem como objetivo a produção nas várias áreas artísticas (pintura, desenho, escultura, escrita, fotografia). Todos os trabalhos terão de ter uma referência à Aristides de Sousa Mendes, natural de Cabanas de Viriato, concelho de Carregal do Sal, que tanto fez em prol dos valores essenciais do ser humano.

A iniciativa virtual será realizada nos dias 17, 18 e 19 de junho na página de Facebook do projeto UNESCO “Dever de Memória-Jovens pelos Direitos Humanos” e no blog Dever Memória.

Mais informações sobre a iniciativa, aqui. 

(Escrito por DG)

Deixe o seu comentário

Skip to content