Foto por Terceira Pessoa | Facebook

A Terceira Pessoa promove, para o último trimestre de 2020, o “Singular”, um festival de criação artística pluridisciplinar, pensado para acontecer na Fábrica da Criatividade, em Castelo Branco. O primeiro evento ocorre a 24 de outubro.

A iniciativa cultural apresenta “uma programação caracterizada pelo cruzamento de várias disciplinas artísticas e composta por objetivos artísticos que resistem a qualquer tentativa de categorização imediata […] as propostas terão uma forte componente urbana, contemporânea e experimental”, segundo informação no Facebook.

Durante a conferência de imprensa de apresentação do “Singular”, segundo a Rádio Castelo Branco, Nuno Leão, da Terceira Pessoa, referiu que este cruzamento das várias disciplinas artísticas vai levar o espetador a questionar-se. Já Ana Gil referiu que este é um ciclo que se define pela sua diversidade artística, mostrando que “a arte deve fazer parte do quotidiano”.

O festival procura ainda “estimular um movimento de valorização e desenvolvimento cultural fora dos grandes centros, através da apresentação de linguagens artísticas de índole assumidamente contemporânea, apresentando um programa de artistas com visões singulares sobre o mundo e a contemporaneidade”, pode ler-se no Facebook.

O primeiro evento do festival artístico será já no próximo sábado, dia 24 de outubro, com uma instalação de João Dias. O valor dos bilhetes, com o mínimo de cinco euros, será definido pelo espetador e reverterá em donativo.

A Terceira Pessoa é uma estrutura fundada por Ana Gil & Nuno Leão em Castelo Branco, que desenvolve projetos artísticos, com especial foco nas artes performativas e nos cruzamentos disciplinares.

 

Ver também:

“O sector cultural já estava em estado de emergência muito antes desta crise pandémica”

Deixe o seu comentário

Skip to content