Foto por Autor Anónimo

A variante, que já foi motivo de uma pergunta ao governo, gera dúvidas pelos impactos ambientais causados e leva o movimento Santa Comba Insubmissa a promover uma ‘Roda de Conversa’ este sábado, dia 10, pelas 15 horas, no Restaurante Cota Máxima.

O Estudo de Impacte Ambiental da duplicação e requalificação do IP3 – Nó de Souselas (IC2) / Nó de Viseu (A25), contratado pela IP – Infraestruturas de Portugal S.A. ao Consórcio Projetista (COBA / TECNOFISIL / PCA), está em consulta pública até 12 de julho.

Neste projeto encontra-se prevista a “construção de um novo troço denominado Variante Nascente de Santa Comba Dão, a unir o IP3 desde o nó do Rojão até ao nó de Treixedo/Vila Pouca”. Esta variante vai atravessar o concelho de Santa Comba Dão “passando perto de localidades como a Cernada e a Póvoa de João Dias”.

O Movimento considera estranho que a Câmara Municipal de Santa Comba Dão, bem como a APA – Agência Portuguesa do Ambiente e da DGEG – Direção Geral de Energia e Geologia, “não tenham fornecido qualquer tipo de documentação ao processo de consulta pública sobre a área protegida do Granjal”.

Para este movimento, apoiado pelo Bloco de Esquerda, “não se pode continuar a hipotecar os nossos recursos naturais, o meio ambiente e a biodiversidade local por questões financeiras”, prejudicando assim “os territórios já por si penalizados devido à baixa densidade populacional, à falta de serviços públicos e à falta de proteção e conservação do património comum”.

Assim lançam algumas perguntas à população como forma de promover o debate do próximo sábado: “Será que fica realmente mais caro aquele quilómetro do que fazer o trajeto novo? Será que estes valores justificam o hipotecar da paisagem do nosso concelho e em consequência, o turismo?”.

As obras do de requalificação do IP3 já vão com cerca de um ano de atraso, só no troço entre Penacova e Mortágua que também terá um custo de um milhão de euros a mais do que os 12 milhões previamente previstos no projeto.

 

Deixe o seu comentário

Skip to content