Dia da Criança em tempo de Pandemia/Covid-19

Foto de Renata Loyola|Flickr
Quando falamos no dia da criança, a imagem que nos vem à cabeça é sempre uma: diversão, outra coisa não poderia ser, quem é que não gosta de diversão? Contudo, o dia da criança não tem o intuito de apenas divertir as crianças, na realidade, esse dia é bastante significativo para o que realmente as crianças representam.

O dia da criança é o dia de homenagem a todas crianças e proclamado durante a conferência mundial em Genebra em 1925. Em Portugal, o dia da criança é celebrado no dia 1 de junho.

Este dia tem como objetivo a atenção para os problemas que as crianças enfrentam, independentemente da raça, cor, religião, origem social, país de origem, têm direito ao amor e compreensão, alimentação adequada, cuidados médicos, educação gratuita, proteção contra todas as formas de exploração e a crescer num clima de paz, alegria e brincadeiras.

Enquanto a pandemia da COVID 19 continuar a alterar as rotinas da humanidade, especialmente as rotinas das crianças, a relação com os ecrãs também aumenta de uma forma significativa.

Apesar de alguns estudos mostrarem que a utilização intensiva de ecrãs pode provocar atrasos no desenvolvimento, na linguagem, aumento da obesidade e perturbações do sono, contudo, e na minha modesta opinião, agora não é o momento para nos preocuparmos com estes estudos.

É por isso que sou da opinião que os pais definam horários para o tempo que os filhos passam em frente a um ecrã com objetivos diferentes, como por exemplo horários para atividades que não envolvam ecrãs, passear pela natureza ou passar algum tempo com os animais de estimação, escrever ou desenhar, ler um livro. Contudo, há uma regra que deve ser cumprida, as crianças não devem ter o telemóvel consigo quando não o estão a utilizar.

Em anos passados de norte a sul, os programas para as escolas, jardins de infância e centros de atividades de tempos livres começavam a preparar o dia da criança muito antes do dia 1 de Junho, planeavam-se todas as atividades.

Em 2020 o dia mundial da criança será celebrado de forma diferente por culpa da atual pandemia da COVID 19, mas com a criatividade necessária, o dia mundial da criança será lembrado de forma diferente mas será lembrado.

Outros artigos deste autor >

Jose Carlos Pais, nasci em Novembro de 1974 sou residente em Verdelhos no extremo norte do concelho da Covilhã. Formação profissional em instalações eléctricas em edifícios. Na actualidade estou em casa a exercer funções de cuidador informal uma vez que tenho dois irmãos completamente dependentes. Tenho um filho com 14 anos também ele com necessidade de ser acompanhado. Sou uma pessoa muito simples, amigo e quando posso ajudo que de mim precisa

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts
Ler Mais

Invertem-se os tempos, extinguem-se as vontades – Parte II

"Materializar uma sociedade começa na normalização cultural - não é possível definir conceito de sociedade agrupando múltiplas tribos distintas culturalmente, aliás, a violência do confronto entre culturas diferentes denomina-se por “choque cultural”, o embate cornifico metafórico para a diferença... Entre o ser necessário escravizar ou o ser necessário criar uma bomba nuclear para envergonhar um Japão resistente à redenção, ou, sem tal intenção, essa bomba permitir entender a origem da lua e gerar mais energia elétrica para uma civilização em revolução energética, desdobram-se as raízes do Utilitarismo."
Skip to content