Tem dias que ainda tenho dúvida

Sobre para quem são

As músicas de amor que canto

Mas isso não importa

Porque se você fosse um cigarro

Eu te fumava todo

E se fosse meu

Eu não soltava mais

Aprendi que amores profundos

Não fazem bons amigos

E que amores rasos

Não fazem bons poemas

Saiba que se sair agora mal vai doer

Mas daqui a alguns minutos

Será para sempre

E não pense

Que as marcas de minha alma

Podem ser limpas com o tempo

Uma vez dentro 

Não existe saída fácil

Não existe escape em vida

Outros artigos deste autor >

Ana Haeitmann tem 21 anos e é licenciada em Português na Universidade de Coimbra. Natural de São Paulo, Brasil, vive em Portugal há três anos. Escreve poemas, narrativas e artigos jornalísticos.

Outros artigos deste autor >

O renascer da arte a brotar do Interior e a florescer sem limites ou fronteiras. Contos, histórias, narrativa e muita poesia.

Deixe o seu comentário

Skip to content