Casa de Carvalho Calero - Foto de Iolanda Teixeiro Rei | Facebook

Esta semana, na manhá da passada segunda-feira, 3 de maio, representantes de um grupo de entidades sociais (Asociación Cultural Ferrolterra Antiga, Sociedade Cultural Medulio, Fundaçom Artábria, Ateneo Ferrolán, Asociación Viciñal de Ferrol Vello e Cerna de Carvalho) e o porta-voz do BNG reunirom-se no concelho de Ferrol para fazer público um manifesto em que se solicita ao governo municipal que a casa natal de Carvalho Calero seja destinada a usos culturais.

Iván Rivas, porta-voz do BNG, compareceu junto as representantes das entidades sociais para sinalar que o vector condutor do projeto de reabilitaçom da casa de Carvalho Calero deve ter usos culturais e que, havendo várias alternativas, estas deveriam ser debatidas polos colectivos que durante tantos anos levam reivindicando a figura do intelectual ferrolao.

Por outro lado, o edil nacionalista afirmou que o projeto deve desenvolver-se de maneira imediata e que para isto deve contar com umha dotaçom económica nos próximos orçamentos municipais. Além disso, também quijo destacar que outras entidades, colectivos e pessoas a nivel individual podem apoiar este manifesto.

Pola sua parte, Antonio Casal, secretário da Asociación Cultural Ferrolterra Antiga, mencionou a importáncia de abrir o debate para definir um plano de usos que fagam o projeto viável para revitalizar o bairro de Ferrol Velho, como também para dar a conhecer a figura de Ricardo Carvalho Calero e pôr em valor a sua obra.

Artigo publicado no PGL – Portal Galego da Língua

Website | Outros artigos deste autor >

Portal Galego da Língua é o sítio na rede que tenta informar acerca da atualidade da língua na Galiza.

É promovido pola Associaçom Galega da Língua (AGAL), umha associaçom sem ánimo lucrativo, legalmente constituída em 1981, que visa a plena normalizaçom do Galego-Português da Galiza e a sua reintegraçom no ámbito lingüístico a que historicamente pertence: o galego-luso-brasileiro.

O Galego-Português, na Galiza denominado Galego e internacionalmente conhecido como Português, é a língua própria de Galiza, Portugal e Brasil, sendo também língua oficial em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Lorosae… comunidade lingüística internacional conhecida como Lusofonia (também Galegofonia ou Galego-Lusofonia).

pgl.gal

Deixe o seu comentário

Skip to content