Imagem retirada do site wordswithoutborders.org

O magazine Words without borders entrevistou a Susana Arins, como escritora reintegracionista, e o Valentim Fagim, como coeditor da Através

Desta forma, achega-se a situaçom linguística da Galiza ao público internacional qual é que é a situaçom da língua galega e em particular das escritoras reintegracionistas, com o apoio do tradutor Jacob Rogers.

A entrevista pode ler-se em inglês aqui. E explicam-se a origem da nossa língua, a origem do conflito normativo, e também o funcionamento do movimento reintegracionista, pensado para público estrangeiro.

Artigo publicado no Portal Galego da Língua.

Website | Outros artigos deste autor >

Portal Galego da Língua é o sítio na rede que tenta informar acerca da atualidade da língua na Galiza.

É promovido pola Associaçom Galega da Língua (AGAL), umha associaçom sem ánimo lucrativo, legalmente constituída em 1981, que visa a plena normalizaçom do Galego-Português da Galiza e a sua reintegraçom no ámbito lingüístico a que historicamente pertence: o galego-luso-brasileiro.

O Galego-Português, na Galiza denominado Galego e internacionalmente conhecido como Português, é a língua própria de Galiza, Portugal e Brasil, sendo também língua oficial em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Lorosae… comunidade lingüística internacional conhecida como Lusofonia (também Galegofonia ou Galego-Lusofonia).

pgl.gal

Deixe o seu comentário

Skip to content