A formiga e o elefante

Formigas
Formigas

Não é preciso ter memória de elefante para nos recordarmos da fábula, que em criança nos contaram, da formiga e do elefante:

Reza assim:

«Era uma vez um forte elefante e uma formiga muito fraca, mas rápida. Um dia, a formiga e o elefante encontraram-se e o elefante disse-lhe:

– Formiga tu és tão fraca, jamais me conseguirás vencer!

– A formiga olhou para o elefante e sorriu.

– Repara no meu tamanho e na minha força. Ainda duvidas de quem vai vencer.

– A formiga disse então que no dia seguinte poderiam combater. 

– Até amanhã! Disse sorrindo o enorme elefante.

– A notícia espalhou-se e no dia seguinte todos os animais da aldeia, foram assistir à luta entre o elefante e a formiga.

– O elefante, confiante, foi o primeiro a tentar bater na formiga, mas, não conseguiu, porque ela era muito ligeira.

– O elefante correu tanto que ficou tonto e caiu no chão, tendo o seu enorme peso causando-lhe enormes lesões.

A formiga perante a perplexidade dos bichos lá da aldeia, virou-se para o elefante e disse: 

– Não é por seres grande e forte que podes vencer tudo…

 

Esta fábula ensina-nos que nem sempre ser pequeno é sinónimo de ser fraco ou inferior. Os nossos irmãos brasileiros afirmam que: «se tamanho fosse documento, girafa era rei da selva». Em resumo, este conto mostrou-nos em criança, e continua a mostrar-nos em adulto, que o que importa não é a aparência, mas sim as qualidades, atitudes e competências das pessoas.

Existe, no entanto, quem considere que uma formiga é sempre formiga e elefante é sempre elefante. Quem considere que a maioria das formigas não passam de cigarras preguiçosas.

De facto, no reino das formigas o elefante é uma afronta. Muitas formigas, algumas com catarro, organizaram-se e gritaram que o elefante era um perigo para a sua vida coletiva. Apesar de tanta gritaria, o elefante continuava a sorrir. Houve até formigas que indagaram outras formigas se tinham alguma ideia para enxotar o elefante da selva. Reuniões surgiram e depois de muitas envolvendo formigas, elefantes e outros animais da selva, as formigas não conseguiram a substituição do elefante. O elefante muito sorridente entre as formigas não parava de gabar-se por ter colocado na ordem as formigas. Mas o sítio encontrava-se perturbado com a fatal vitória do elefante. E eis que surge uma ideia milagrosa, vamos arranjar um elefante ainda maior que ponha na ordem o elefante, agora, pequeno, não tendo em conta que se um elefante incomoda muita gente, dois elefantes incomodam muito mais. 

Regressemos à fábula que trazemos da infância e que fala de uma formiga vencedora. Não tenhamos ilusões uma formiga não conseguirá ganhar ao elefante por mais pequeno que seja. Porém, estamos certos sim, de que muitas formigas juntas, unidas e determinadas poderão vencer os elefantes que durante a vida lhes vêm surgindo.

Mas mesmo nos carreiros de formigas, como dizia o cantor, há uma que vinha em sentido contrário, e essa, aconteça o que acontecer, já venceu.

Outros artigos deste autor >

Professor, de 52 anos.
É natural de Carregal do Sal, onde reside e trabalha, sendo no momento docente do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados
Skip to content