A nossa montanha é rica do ponto de vista hidrológico. Com efeito é berço de quatro rios: o Rio Mondego; o Rio Zêzere; o Rio Alva e o Rio Alvôco.
O rio Mondego nasce a uma de altitude de 1525 mt no concelho de Gouveia e tem uma extensão de 258,3 Km. É o quinto maior rio português e o primeiro com seu curso inteiramente em Portugal.
O rio Zêzere nasce a uma altitude de 1900 mt na base do Cântaro Magro, tem uma extensão de 214 Km e é o segundo maior rio inteiramente português.
O rio Alva nasce a 1651 mt de altitude com cerca de 115,13km de extensão e vai desaguar no rio Mondego.
O rio Alvôco nasce a partir de pequenas ribeiras do aglomerado montanhoso, sendo a principal a ribeira de Alvôco. Tem uma extensão de 30,7 Km e desagua no rio Alva.
Estes rios beneficiam duas das três maiores bacias hidrográficas do nosso país: Mondego e Tejo. Todos os dias, os habitantes de Lisboa e Coimbra usufruem e dependem da água proveniente da nossa montanha!
O rio Alvôco é também considerado um dos rios mais limpos da Europa, mas sua fauna e flora autóctones já são muito residuais devido à deflorestação crescente, agravada pela tragédia dos grandes incêndios florestais de Outubro de 2017.
Água é vida! Vamos preservar os nossos rios!
Outros artigos deste autor >

O Movimento Estrela Viva é um grupo informal de cidadãos com ligações à Serra da Estrela e regiões limítrofes que surgiu após os incêndios de outubro de 2017, e que se afirma laico, apartidário e sem fins lucrativos. Tem a missão de proteger e valorizar o território através de ações de preservação da natureza e de desenvolvimento do meio rural (promoção de produtos endógenos, valorização das comunidades, preservação de valores e tradições), sustentadas em modelos colaborativos e de cooperação com parceiros locais, na capacitação dos cidadãos e segundo uma lógica de desenvolvimento sustentável.
Facebook
Instagram

Deixe o seu comentário

Skip to content